terça-feira, 3 de abril de 2012

Rios e suas partes

Caminhos de água: Noções de hidrografia

O Rio

Rola o Rio adormecido e mudo,
em cochicho miúdo, absurdo!
Desliza em cochilos alados,
num leito molhado e cansado...

Rola o Rio em embalo trôpego 
com sibilos roucos e sôfregos...
Verte um choro machucado,
benevolente ou irado.
E rola descendo a serra
em desgraça ou benefício,
ora, mata a sede da Terra,
ora, afoga-a em desperdícios.
Incauto, ignora o Rio:
se a Terra assim o quisesse,
dele faria um só fio,
antes que a cheia viesse...

Maria da Graça Almeida

Texto para leitura
Um rio ou flúmen é um curso natural de água, usualmente de água doce, que flui no sentido de um oceano, um lago, um mar, ou outro rio. Em alguns casos, um rio simplesmente flui para o solo ou seca completamente antes de chegar a outro corpo d'água. Pequenos rios também podem ser chamados por outros nomes, incluindo córrego, riacho, riachuelo, canal e ribeira. Não existe uma regra geral que define o que pode ser chamado de rio, embora em alguns países ou comunidades, um fluxo pode ser definido pelo seu tamanho. Muitos nomes de rios de pequeno porte são específicos para a sua localização geográfica.
O rio faz parte do ciclo hidrológico. A água de um rio é geralmente coletada através de escoamento superficial, recarga das águas subterrâneas, nascentes, e a liberação da água armazenada em gelo natural, exemplo, das geleiras (fonte wikipedia).



Objetivo pedagógico:
                 Conhecer os rios e sua importância para o ciclo da água.
Conteúdo:
                 Rios
                 Os rios e suas partes (nascentes, leitos, foz, afluentes)
                 Formas de relevo
                 Os tipos de rios
Estratégias:
                Aulas expositivas, pontuando os pontos mais significativos do  texto trabalhado.

Recursos:

                 Poesia impressa;
                 Livro didático:
                 Lousa;
                 Exposição da figura no retro projeto


Metodologia:
                   A constituirá de três momentos
Primeiro momento
                  Projetar no expositor visual a imagem do rio e distribuir a letra da poesia impressa.
Segundo momento
                    Fazer a leitura da poesia junto com os alunos.
                    Observar a figura e sua relação com a poesia.
Perguntar se existe rio na cidade, onde são
localizados, se podem vê ou são canalizados.
                   Falar sobre os rios e sua importância para o ciclo da água.

Terceiro momento
                       Discussão em sala de aula, para averiguar a compreensão do conteúdo por parte dos alunos.
                     Solicitar que os alunos estabeleçam uma relação com a sua realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário